Criado em 03 Março 2014

O carnaval é uma época que as pessoas buscam extravasar toda a sua alegria contida, como se os dias de folia fossem os últimos de sua vida. As pessoas pulam, dançam, se aglomeram e isso faz com que suem bastante, alguns se esquecem de beber água e outros preferem matar a sede com cerveja, caipirinha e outros coquetéis a base de álcool para manter a descontração e alegria em alta.

Além do consumo de álcool, muitos buscam no carnaval a desculpa de ser "tudo" liberado, onde se ri de qualquer coisa. É bom lembrar que o uso de álcool em excesso, junto com o consumo de drogas como cocaína, crack e as metanfetaminas podem fazer com que o folião tenha arritmias, desmaios (síncopes), inclusive parada respiratória e até coma, coisas que podem levar à morte. Esta combinação também aumenta as estatísticas de acidentes e mortes no trânsito.

É imprescindível seguir algumas dicas para quem quer se divertir com responsabilidade e de maneira saudável:

• Tome muita água ou bebidas isotônicas antes, durante e depois da folia. Na aglomeração você brinca e pula e não percebe, mas seu suor e respiração eliminam muito líquido e é necessário repor com muita água e bebidas isotônicas;

• Quando você começar a ir ao banheiro após algumas latinhas de cerveja, e estiver no meio da folia, tome água e suspenda o consumo de álcool por pelo menos quarenta minutos;

• Evite se alimentar de frituras, prefira sempre alimentos assados. Durante os dia de carnaval, consuma muita fruta, principalmente as cítricas e banana. Você sofrerá menos com a ressaca e terá mais energia. Da mesma forma, prefira comer um bom prato de macarrão na manteiga ou com molho vermelho, pois o carboidrato tem um metabolismo mais lento, o que fornece mais energia;

• Se você é sedentário e gosta de carnaval, não esqueça que pular e dançar são exercícios físicos, então é importante que antes de sair para a folia você se alongue bem;

• Não esqueça da camisinha! Sexo só se for seguro;

• Combine com seus amigos e elejam o motorista da rodada, porque álcool, drogas e direção não combinam;

Divulgação

Bonde