Criado em 17 Março 2014

itens com diferentes tempos de trânsito não são digeridos com eficiência

Fotos: Getty Images
Aos 19 anos, a americana Tara Alder sofria com problemas digestivos. Foi diagnosticada com colite ulcerosa, uma inflamação no intestino, e tratada com anti-inflamatórios e corticóides que ajudaram temporariamente, mas não resolveram o problema. O médico a encaminhou para um cirurgião, que sugeriu a remoção da porção doente de seu cólon e, possivelmente, uma colostomia temporária. 

Mas o que salvou Alder das crises foi uma dieta de combinação de alimentos. E foi assim que ela se tornou uma especialista no assunto. Hoje, é instrutora da Associação Internacional de Hidroterapia do Cólon. 

Alder aconselha as pessoas sobre as formas sensatas de comer para melhorar o funcionamento do sistema digestivo. E, segundo ela, a alimentação adequada significa adotar uma combinação adequada de alimentos.

Uma maneira fácil de começar a pensar sobre o assunto é considerar o conceito de tempo de digestão de cada alimento. Alguns deles levam muito tempo para serem digeridos. Outros têm um processo bem mais rápido. Em média, frutas levam de 30 a 60 minutos para serem digeridas; legumes, cereais e feijão, de uma a duas horas; carne e peixe cozido demoram, pelo menos, de três a quatro horas; e o marisco leva de quatro a oito horas. Quando se combina alimentos com diferentes tempos de trânsito, a digestão não é tão eficiente. 

Confira as combinações apontadas por Alder como aquelas que devem ser evitadas:
 
  • 1
     
    Frutas nas refeições
    Imagens ilustrativas: Getty Images
    A fruta passa rapidamente pelo estômago e segue para o intestino. Quando você combina frutas com alimentos que levam mais tempo para digerir, estes, como carne e grãos, acabam sofrendo fermentação, graças ao efeito do açúcar.

    Coma frutas de 30 a 60 minutos antes das refeições. Quando a fruta é ingerida sozinha com o estômago vazio antes de uma refeição, ela prepara o sistema digestivo para o que está por vir. A água contida na fruta lava e hidrata o sistema digestivo, suas fibras e enzimas ativam o processo químico da digestão. Depois de uma refeição, espere pelo menos três horas antes de comer frutas, para não misturar a outros alimentos e provocar a fermentação. 
  • 2
     
    Proteína animal + alimentos ricos em amido
    Imagens ilustrativas: Getty Images
    Carne e batatas, frango e massa, sanduíche de peru. Se uma proteína animal é consumida junto com alimentos ricos em amido, os diferentes sucos gástricos anulam a eficácia uns dos outros. A proteína vai apodrecer e o carboidrato vai fermentar. 

    As enzimas desses diferentes alimentos, no mesmo espaço e ao mesmo tempo, resultam em gás e flatulência no sistema. Se a única opção que tiver é essa combinação, adicione vegetais e folhas verdes para minimizar os efeitos colaterais negativos.
  • 3
     
    Gordura + outros alimentos
    Imagens ilustrativas: Getty Images
    Azeitonas com pão, atum com maionese, bife de carne frito em óleo vegetal. Grandes quantidades de gordura associados à proteína retardam a digestão.

    Se combinada com alimentos corretamente, a gordura ajuda na produção do combustível que facilita o transporte dos alimentos para o fígado. 
  • 4
     
    Líquido durante as refeições
    Imagens ilustrativas: Getty Images
    A água passa pelo estômago em cerca de 10 minutos. O suco leva de 15 a 30 minutos.Qualquer líquido no estômago dilui as enzimas que o corpo precisa para digerir proteínas, carboidratos e gorduras.

    Para perder esse vício, beba mais água do que você deseja pelo menos 10 minutos antes de comer. Depois de comer, espere cerca de uma hora para ingerir qualquer tipo de líquido.
  • 5
     
    Duas fontes concentradas de proteína
    Imagens ilustrativas: Getty Images
    Bacon e ovos, nuts e iogurte. A combinação de duas fontes concentradas de proteína na mesma refeição deve ser evitada. Proteínas concentradas levam muito tempo para se decompor, prejudicando a digestão e esgotando a energia do sistema. 

    É por isso que a Medicina Ayurveda condena a combinação de diferentes carnes ou de carnes de peixe.