Criado em 10 Dezembro 2014

Na nossa cultura não é fácil acreditar que uma agulha posicionada num determinado ponto (por exemplo, no pé) pode aliviar uma dor em outro ponto (por exemplo, na cabeça).A acupuntura funciona tão bem no alívio de muitas dores, que cientistas em universidades do mundo inteiro têm pesquisado a sua ação sobre o nosso organismo. E as pesquisas têm mostrado resultados satisfatórios. A acupuntura atua em vários níveis do cérebro:
. Ativando um circuito denominado sistema supressãor da dor (também conhecido como sistema inibitório descendente);
. Promovendo a liberação de endorfinas (substâncias semelhantes à morfina, fabricadas nos neurônios, que promovem sensação de alívio da dor e bem-estar);
. Aumentando os níveis de serotonina no líquor e tronco cerebral inferior;
. Diminuindo a liberação de substâncias cerebrais relacionadas à dor.
O efeito da acupuntura numa crise de enxaqueca pode ser muito rápido, com graus de alívio que podem ser muito grandes. E sem os efeitos colaterais dos medicamentos.
A acupuntura pode, também, ser utilizada periodicamente fora das crises de enxaqueca, com o objetivo de preveni-las.Porém, não há porque, em pleno século 21, eleger a acupuntura como a única e isolada forma de tratamento para a enxaqueca ou qualquer dor de cabeça que seja. A acupuntura pode ser melhor encarada como mais uma forma de tratamento eficaz dos sintomas. 
Lembre-se: além do tratamento das crises propriamente ditas, sessões regulares de acupuntura podem ser eficazes no tratamento preventivo da enxaqueca, ou seja, na diminuição da freqüência da dor de cabeça.
Tenha sempre em mente: embora a acupuntura possa ser muito eficaz no tratamento do sintoma (dor de cabeça, náuseas, etc), ela (assim como as drogas) não trata a causa da enxaqueca. Por isso, associe sempre ao seu tratamento, mudanças saudáveis de hábitos e estilo de vida.

Alimentos que combatem a enxaqueca:

São muitas as causas da enxaqueca, ou mesmo de uma simples dor de cabeça: falta de sono, estresse, variações de temperatura, hábitos alimentares... Ainda há, no caso das mulheres, aquela dor de cabeça típica do período pré-menstrual. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, 15% da população do planeta sofre desse mal, o que inclui, aproximadamente, 25 milhões de brasileiros afetados pela doença.Além de usar medicamentos e evitar as causas acima, um dos poderosos remédios contra a enxaqueca pode ser o mesmo hábito que a provoca - a alimentação. Você sabia que alguns nutrientes têm o poder de aliviar os sintomas e reduzir essa complicação? Veja quais são e por quê:

1. Selênio contra os radicais livres
Presente principalmente em salmão, ostras cruas, castanha do Pará, fígado de boi e farelo de trigo, o selênio é um mineral capaz de retirar os metais tóxicos do corpo. "Esses metais tóxicos, quando se depositam em nosso organismo, não só contribuem para o aumento dos radicais livres como podem causar sintomas de enxaqueca, além de elevar o risco de doenças neurológicas, como Alzheimer e Parkinson", diz a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilibrio Nutricional.

2. Magnésio
O papel do magnésio no combate às dores de cabeça e enxaquecas foi demonstrado em uma série de estudos. De acordo com a nutricionista Roseli Rossi, a concentração de magnésio em nosso corpo afeta os receptores de serotonina - substância responsável por regular a percepção a dor e disposição - bem como outros receptores e neurotransmissores relacionados à enxaqueca.

3. Aproveite a ação anti-inflamatória do Ômega3
O consumo em excesso de alimentos inflamatórios, como carboidratos refinados, gorduras e embutidos, provoca a produção de substâncias pró-inflamatórias, que causam a dilatação dos vasos e, consequentemente, a dor de cabeça. Nesse caso, o ômega3 é o melhor remédio. "Ele tem ação anti-inflamatória, combatendo essas substâncias causadoras de enxaqueca", afirma a nutricionista Roseli Rossi.

4. Invista nos antioxidantes

Azeite de oliva, Frutas cítricas, frutas vermelhas, Linhaça...
"As substâncias antioxidantes têm o poder de fazer a varredura do excesso de radicais livres e outras substâncias tóxicas em nosso organismo", afirma a nutricionista Roseli Rossi. Essa ação contribui para o equilíbrio metabólico e o melhor funcionamento da circulação, além de ser anti-inflamatória. "Essas propriedades funcionais podem amenizar o sintoma de dor, interferindo indiretamente, portanto, na incidência de enxaquecas".

Fonte:http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias.

Gislene Libanio

 Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura

Crefito 8 - 40904-F

Em novo endereço:

R. Manoel Ribas, 1555

(próximo ao Hospital Municipal)

Assaí - Paraná 

Telefones:

43 3262-3007 - 9111-8243 - 8432-3018