Criado em 03 Fevereiro 2013

Deixar de lado carnes e peixes em favor de uma dieta vegetariana pode ter um efeito positivo na saúde do coração, sugere um estudo recente.

A pesquisa, que avaliou 44,5 mil pessoas na Inglaterra e na Escócia, indica que os vegetarianos têm 32% menos probabilidade de morrer ou necessitar de tratamento hospitalar em decorrência de doenças cardíacas.

Acredita-se que as diferenças em níveis de colesterol, pressão arterial e peso estejam por trás dos benefícios à saúde.

As conclusões do estudo foram publicadas no American Journal of Clinical Nutrition.

Doenças cardíacas são um grande problema em países ocidentais. Somente na Grã-Bretanha – onde o estudo foi feito – esses males matam 94 mil pessoas por ano, mais do que qualquer outra doença. Outras 2,6 milhões de pessoas têm problemas cardíacos.

O bloqueio, por gordura, das artérias que conduzem sangue ao coração pode causar angina ou até levar a um ataque cardíaco.

Dieta equilibrada

Cientistas da Universidade de Oxford analisaram dados de 15,1 mil vegetarianos e 29,4 mil pessoas que consumiam carnes e peixes.

Ao longo de 11 anos, 169 participantes do estudo morreram e 1.066 precisaram de tratamento hospitalar devido a doenças cardíacas – e a probabilidade foi maior entre os consumidores de carnes e peixes do que entre os vegetarianos.

"A principal mensagem é de que a dieta é um importante fator determinante da saúde do coração", diz a médica Francesca Crowe, uma das autoras do estudo.

Ela ressalta, porém, que não está "defendendo que todos adotem uma dieta vegetariana". Uma das questões-chave é reduzir o consumo de gorduras.

"Os vegetarianos provavelmente apresentam baixo consumo de gordura saturada, então faz sentido que tenham um risco menor de doenças cardíacas", afirma.

Os resultados indicam que vegetarianos têm níveis de "mau" colesterol e pressão arterial mais baixos e também têm maior probabilidade de ter um peso saudável.

"Essa pesquisa nos faz lembrar que devemos buscar uma dieta variada e equilibrada, inclua ou não carne", diz Tracy Parker, da British Heart Foundation.

"Mas é importante ressaltar que ser vegetariano não é um atalho para um coração saudável. Afinal de contas, ainda há muitos pratos vegetarianos com altos níveis de gordura saturada e sal", afirma Parker.

E outra recomendação: "Se você está pensando em mudar para uma dieta vegetariana, planeje suas refeições com cuidado, para substituir vitaminas ou minerais (presentes na carne), como ferro", observa.

Verduras e legumes (Foto: PA)

 
Criado em 07 Janeiro 2013

A Santa Casa de Londrina abriu inscrições para 10 vagas de residência médica, que estão distribuídas em três especialidades: Cirurgia Geral (6 vagas), Cirurgia Vascular (1 vaga) e Ortopedia/Traumatologia (3 vagas).

Reconhecida pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), a residência é destinada a portadores de diploma de médico reconhecido pelo Ministério da Educação e alunos do último ano de Medicina com declaração emitida pela instituição onde estuda.

As inscrições terminam na próxima quinta-feira (10) e as provas serão realizadas no dia 17. O início das atividades está previsto para março. As inscrições custam R$ 200,00. Outras informações no edital disponível no site da Santa Casa.

 

Bonde

 
Criado em 23 Outubro 2012

Saiba como se tornar doador de Medula Óssea

Quando um paciente necessita do transplante, realiza-se uma pesquisa de compatibilidade inicialmente entre seus familiares, colhendo amostras de sangue de seus pais e irmãos. A possibilidade de um irmão ser totalmente compatível é de 25% e entre os pais é inferior a 5%.

Se não houver possibilidade de existir um doador familiar, a alternativa é procurar um doador compatível nos registros de doadores voluntários de medula. No Brasil,o REDOME (Registro Nacional dos Doadores de Medula Óssea), instalado no INCA (Instituto Nacional do Câncer), no Rio de Janeiro, coordena a pesquisa de doadores tanto brasileiros, quanto estrangeiros.

O doador deve ter um grau de compatibilidade aceitável com o receptor/paciente. O ideal é que seja totalmente compatível, mas em certas situações, pode ser utilizado um doador com algum grau de incompatibilidade. Tudo depende da situação clínica do paciente e, consequentemente, da urgência em se realizar o transplante.

A chance de ser encontrado um doador HLA compatível varia em função das características genéticas do receptor, podendo variar de 1 para 1000 a 1 para cada 1 milhão. Por isso, seja um doador, cadastre sua medula.

O Hospital Nossa Senhora das Graças é referência internacional em Transplante de Medula Óssea (TMO). O procedimento é realizado quando a Médula Óssea doente ou deficitária é substituída por células normais de Medula Óssea, no intuito de reconstruir uma medula saudável. O transplante é indicado no tratamento de diversas doenças, não somente hematológicas, e, ainda ser realizado em crianças ou adultos.

Seja um doador de Medula Óssea

A doação

A coleta de Medula Óssea para o doador é simples e com riscos pequeno. O doador é entrevistado previamente ao procedimento, onde é examinado e são solicitados diversos exames que confirmam seu bom estado de saúde para a realização da coleta. Os riscos estão relacionados à necessidade de anestesia.

Se for utilizada a Medula Óssea, retira-se aproximadamente 10 a 15ml/kg do peso do receptor, e esta medula se recompõe completamente dentro de poucas semanas.

 

Passo a Passo

O paciente precisa de transplante e não há compatibilidade entre a família;

É realizada a pesquisa entre doadores cadastrados no REDOME a procura de um doador com HLA compatível;

Se a compatibilidade for confirmada, você será chamado para decidir quanto à doação;

Seu atual estado de saúde será então avaliado e alguns exames de sangue serão realizados;

A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia geral, e requer internação por um míni o de 24 horas.

 

Como cadastrar sua Medula Óssea?

Você precisa ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado de saúde;

Será retirada por sua veia uma pequena quantidade de sangue (5ml);

Seu sangue será tipado para HLA, que é um teste de laboratório para identificar sua genética;

Seu tipo de HLA será colocado no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea)

 

Onde cadastrar?

 

Unidade de Coleta e Transfusão de Cornélio
Procópio - 18ª RS Cornélio Procópio - CRE
Rua Justino Marques Bonfim, 27
86300-000 Cornélio Procópio - PR
Fone: (43) 3524-2388
E-mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
'; document.getElementById('cloak31791').innerHTML += ''+addy_text31791+'<\/a>'; //-->

 

- Hospital Nossa Senhora das Graças

Quando: de segunda a sexta, das 7h30 às 18 h; e aos sábados, das 7h30 às 12h30.
Endereço: Alcides Munhoz, 433 - Mercês.
Informações:
(41)3240-6060.

- Biobanco do HC/UFPR
Quando: de segunda a sexta, das 7h30 às 18 h; e aos sábados, das 7h30 às 12h30.
Endereço: Av. Agostinho Leão Junior, 108, Alto da Glória.
Informações: (41) 3360-1875.

- Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná
Quando: de segunda a sexta, das 8 às 17 h.
Endereço: Travessa João Prosdócimo, 145, Alto da XV.
Informações: 0800-645-4555.

- Hemobanco
Quando: de segunda a sexta, 8h às 18h.
Endereço: Rua Capitão Souza Franco, 290, Batel.
Informações: (41) 3023-5545.

- Hospital Erasto Gaertner
Quando: de segunda a sexta, das 9 às 17h30.
Onde: Rua Dr.Ovande do Amaral, 201, Jardim das Américas.
Informações: (41) 3361-5038.

- Santa Casa de Curitiba
Quando: de segunda a sexta, das 8 às 12 h, e das 14 às 18 h; e aos sábados, das 8 às 12 h.
Endereço: Praça Rui Barbosa, 694, Centro.
Informações: (41) 3322-2387.
Fonte: Jornal Gazeta do Povo

 

O que é Medula Óssea?

A Medula Óssea é um tecido gelatinoso que preenche a cavidade interna de vários ossos, responsável pela fabricação das hemácias (glóbulos vermelhos) dos leucócitos (glóbulos brancos) e das plaquetas.

Os glóbulos vermelhos são os responsáveis por transportar o oxigênio dos pulmões até as células do organismo e o gás carbônico das células para os pulmões, para ser expirado. Os glóbulos brancos são responsáveis pelo sistema de defesa do organismo e as plaquetas são parte do sistema de coagulação do sangue.

Estes componentes do sangue são renovados constantemente e a Medula Óssea é encarregada pelo processo. Importante ressaltar que as células plasmáticas também estão presentes na Medula Óssea. Elas fazem parte dos sistema imunológico do corpo e assim como as hemácias, os leucócitos e as plaquetas são produzidas na Medula Óssea, só que em menor quantidade representando monos que 5% das células produzidas.

http://www.youtube.com/watch?v=FkIM-o4-EhI

Matéria enviada por: Rodrigo Rocha

 
Criado em 14 Agosto 2012

Benefícios são relacionados à presença de antioxidantes e substâncias que retardam o envelhecimento celular

Há muito se fala dos benefícios do vinho tinto para o coração. Uma taça diária, dizem as pesquisas, pode fazer a diferença no histórico cardíaco de uma pessoa. No entanto, o suco de uva é mais nutritivo, traz mais benefícios à saúde que a bebida fermentada e contém os mesmos antioxidantes do vinho em maior concentração, além de outras substâncias igualmente benéficas.

E quando o assunto é a produção nacional, as notícias são ainda melhores: pesquisas realizadas pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, apontam que a uva cultivada no Brasil é uma das mais saudáveis do planeta, com mais nutrientes que as rivais de países como Chile, Argentina, Portugal e Estados Unidos.

"Além dos benefícios ao coração, o consumo diário do suco de uva ajuda no combate ao colesterol, ao envelhecimento das células e até ao câncer", diz a engenheira de alimentos da Vinícola Famiglia Zanlorenzi, Alessandra Calzolari.

O suco produzido na vinícola é 100% natural, sem adição de água, açúcar, corantes e conservantes, mantendo todas as características e substância encontradas na fruta em sua forma natural. "As uvas de casca escura ou rosada contêm 20 antioxidantes conhecidos. Com o nosso método de produção conseguimos manter todos esses nutrientes no suco, mesmo depois de engarrafado", completa Alessandra.

Para completar a lista de benefícios, o suco de uva integral natural ainda auxilia no emagrecimento. É o resultado de uma pesquisa realizada na Universidade Paranaense – Unipar. Durante 50 dias, animais foram alimentados regularmente e metade deles recebeu suco de uva integral. Os resultados apontaram que os animais que consumiram o suco tiveram medidas reduzidas, assim como os níveis de glicose, mesmo consumindo a mesma quantidade de comida que os outros.

Boa parte dos benefícios provocados pelo suco deve-se à presença de substâncias como o resveratrol, conhecido por combater as doenças do coração. O suco de uva tinto integral contém, além do resveratrol, vitaminas A, B6 e C e outras substâncias necessárias para o bom funcionamento do organismo, como ferro e potássio.
Bonde

 
Criado em 24 Julho 2012

Informe divulgado nesta segunda-feira (23) pela Secretaria da Saúde mostra que na última semana foram registrados no Paraná 139 novos casos de gripe A e duas mortes decorrentes da doença – ambas na Região Metropolitana e de pacientes com doenças pré-existentes. Os números são inferiores aos do boletim anterior, que registrava 172 novos casos e cinco mortes. Desde o início do ano, o Paraná registrou 899 casos confirmados e 25 mortes por gripe A.

"Apesar do aumento do número total, conseguimos visualizar um declínio no registro de casos novos de gripe A (H1N1). Mesmo assim, é preciso reforçar as estratégias adotadas – vacina dos grupos prioritários, oferta do medicamento oseltamivir e prevenção – para evitar principalmente as mortes pela doença", afirma o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

O período com maior número de novos casos de gripe A foi a semana de 24 a 30 de junho, quando ocorreram 328 confirmações. O boletim da semana passada mostrou aumento de 29% nos casos confirmados (de 588 para 760). Nesta semana, o aumento foi de 18% (de 760 para 899).

Novas doses

Na reunião da Comissão Estadual de Infectologia realizada nesta segunda-feira (23) ficou definida a ampliação da vacinação para crianças de 2 a 5 anos. "Vamos receber mais 400 mil doses na quinta-feira (26), e assim que as doses chegarem às unidades de saúde a vacina será estendida para este público-alvo, além dos grupos já priorizados", destaca Sezifredo Paz.

Com a chegada das novas doses, o Estado terá cerca de 2,6 milhões de paranaenses imunizados contra a gripe neste ano. A vacina é a mesma oferecida durante a campanha de vacinação de maio e protege contra os três vírus influenza que mais circulam no país: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B.

Gripe Comum

A Secretaria da Saúde alerta também para a circulação do vírus Influenza A (H3), mais conhecida como gripe sazonal ou comum, que registrou aumento no número de registros. Somente neste ano, foram registrados 402 casos e seis mortes por este subtipo de gripe. "As estratégias adotadas previnem casos e mortes por todos os vírus influenza que circulam no País. Por isso, mesmo que os números da gripe A diminuam significativamente nas próximas semanas, as medidas de prevenção e tratamento devem continuar", enfatiza a coordenadora da Sala de Situação da Gripe, Angela Maron de Mello.

Volta às aulas

A Secretaria Estadual da Saúde orienta que as atividades escolares podem ser desenvolvidas normalmente, sem necessidade de prolongamento das férias escolares. As escolas devem adotar medidas de prevenção, como manter os ambientes arejados, e orientar alunos e funcionários a lavar as mãos com água e sabão sempre que tossir ou espirrar e antes de comer, cozinhar ou tocar olhos, nariz e boca, utilizar o álcool gel, entre outros hábitos de higiene.

É imprescindível que o paciente com sintomas como febre acima de 38º, dor de garganta e tosse seca procure imediatamente o serviço de saúde. "Se o medicamento antiviral for prescrito em até 48 horas, a chance de resposta ao tratamento aumenta muito. Também não há registro de efeitos colaterais significativos. Portanto, qualquer paciente pode receber o medicamento", reforça Angela.

 
Criado em 06 Julho 2012

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) realizou uma pesquisa laboratorial com cigarros contrabandeados do Paraguai. Segundo informações do G1, durante as análises de dois produtos falsificados foram encontrados pelos de rato e resíduos de baratas.

Os cigarros provenientes do país vizinho são comercializados no Brasil, principalmente por causa do menor preço devido a ausência de imposto pago sobre o produto.

Ainda foram encontradas 4,7 mil substâncias tóxicas no produto original. Já nos cigarros "piratas", além de uma quantidade superior de materiais tóxicos, os pesquisadores também encontraram resíduos de inseticidas, que foram proibidos no Brasil há mais de 20 anos. (Com informações do portal G1)

 
Criado em 06 Julho 2012

Quem já não retirou aquele pedaço mofado da fatia de pão e comeu o restante? Ou jogou fora a fatia com sinais de mofo e comeu as outras, que pareciam estar em bom estado? Essas atitudes, aparentemente inofensivas, podem levar à intoxicação alimentar ou a reações alérgicas. Quando um alimento tem marcas de mofo em uma parte, todo ele já está contaminado de fungos.

Reprodução
Quando um alimento tem marcas de mofo em uma parte, todo ele já está contaminado por fungos; o ideal é descartar tudo


O biólogo e coordenador do curso de Laboratório em Biodiagnóstico em Saúde da Escola Politécnica, Marcos Antonio Marques, explica que o mofo é a proliferação de colônias de fungos que se desenvolveram e se agruparam. "Quando conseguimos ver estes microrganismos a olho nu, isto significa que há uma imensa quantidade deles nos alimentos."

A principal diferença das colônias de bactérias para as de fungos é que o alimento contaminado por bactérias exala cheiro de azedo, enquanto por fungos, não tem odor, apenas o chamado bolor. Entretanto, assim como as bactérias, os fungos podem causar intoxicação e diarréias, principalmente se a pessoa for alérgica a estes microrganismos.

Fatores de risco

Marcos Antonio Marques explica que os fungos se encontram no ar e, normalmente, o corpo humano desenvolve anticorpos contra eles. Os alimentos acabam sendo locais propícios para a sua proliferação, já que buscam umidade, calor e escuro.

"Há vários tipos de fungos, uns mais nocivos à saúde do que outros. Como no dia a dia as pessoas não vão saber qual o tipo está nos alimentos, recomenda-se o descarte de tudo. No caso do pão de forma, mesmo que apenas algumas fatias apresentem o bolor, as chances de todo o saco estar contaminado é grande".

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), milhões de pessoas adoecem todos os anos em virtude da ingestão de alimentos contaminados. A ocorrência de contaminação dos alimentos está relacionada a vários fatores, tais como: temperatura/tempo, armazenamento, conservação, manipulação, hábitos higiênicos, entre outros.

Prazo de validade

Os alimentos classificados como perecíveis são aqueles que estragam rapidamente, como carnes, leite e os derivados, ovos, frutas, verduras e legumes. A nutricionista Alessandra Veggi, pesquisadora visitante da Fiocruz e integrante do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição, ressalta que os sintomas mais comuns após a ingestão de um alimento contaminado são: diarréia, vômitos, dores abdominais, mal estar e febre. "Há casos que podem levar à morte", adverte a nutricionista.

Além de bactérias e fungos, os alimentos podem ser contaminados por vírus e parasitas e também por toxinas produzidas e liberadas por esses microrganismos. Como nem sempre essa contaminação é percebida, é importante estar atento aos prazos de validade e o estado de conservação dos alimentos.

Verão e inverno

As diferenças de temperatura em função das estações do ano influenciam na durabilidade dos alimentos. Conforme explica a médica veterinária Cristiane Miranda, também pesquisadora visitante da Fiocruz, no verão, por causa do calor, há um ambiente mais favorável ao aparecimento de microrganismos. Por isso, recomenda-se guardar na geladeira o quanto antes os alimentos preparados, mesmo que ainda estejam mornos.

"Outro problema é abrir a porta da geladeira muitas vezes ou mantê-la aberta por muito tempo. Isso traz um risco importante porque há aumento da temperatura, propiciando o crescimento microbiano", alerta a médica veterinária.

A geladeira tem capacidade de refrigeração limitada, e não deve ser usada como depósito de alimentos. Quando está muito cheia, não permite a circulação do ar frio, logo há problemas na troca de calor e na manutenção da temperatura adequada para conservação dos alimentos.
Bonde

 
Criado em 15 Junho 2012

Nesta quinta-feira (14), a Secretária do Departamento de Saúde da Prefeitura Municipal de Cornélio Procópio, Alessandra Mariucci, convocou uma coletiva com a imprensa local para orientar a população sobre os cuidados com o vírus H1N1.

O vírus da Gripe A provocou a morte, na madrugada desta quarta-feira (13), de um rapaz de 20 anos, o qual se encontrava internado na Santa Casa local. A vítima era aluno da APAE (escola especial) e foi enterrado no Cemitério da Saudade nesta manhã.

Medidas emergenciais precisam ser tomadas para controlar a situação a fim de se evitar uma epidemia e a Secretaria da Saúde sugeriu o cancelamento das aulas na escola em questão, permanecendo fechada por uma semana, que é o tempo de incubação do vírus. Outra aluna da APAE também apresenta os mesmos sintomas da Gripe A e já está sendo tratada, porém a presença do vírus ainda não foi confirmada.

Alessandra Mariucci sugere à população que evite permanecer em locais fechados, com grande aglomeração de pessoas e que mantenha sempre os hábitos de higiene, como lavar as mãos constantemente e não espirrar em cima das outras pessoas.

O Departamento de Saúde comunica que já está aplicando a vacina contra o vírus da Gripe H1N1 nas Unidades Básicas de Saúde, em determinados grupos de risco, bem como crianças de 06 meses a 2 anos, maiores de 60 anos, gestantes e profissionais da área da saúde.

Cornélio Noticias

 
Criado em 21 Março 2012

Especialistas advertem, porém, que droga também eleva riscos de sangramentos
Tomar uma dose baixa de aspirina diariamente pode prevenir e possivelmente até ajudar a tratar alguns tipos de câncer, segundo novos estudos recém-publicados pela revista científica The Lancet.

Muitas pessoas já tomam doses diárias de aspirina para prevenir problemas cardíacos. Mas os especialistas advertem que ainda não há provas suficientes para recomendar o consumo diário de aspirina para prevenir câncer e advertem que a droga pode provocar efeitos colaterais perigosos, como sangramentos estomacais.

Peter Rothwell, da Universidade de Oxford, e sua equipe, já haviam relacionado anteriormente a aspirina a um risco menor de câncer, particularmente de intestino. Mas seu trabalho anterior sugeria que as pessoas precisavam tomar a droga por mais de dez anos para ter alguma proteção.

Agora os mesmos especialistas acreditam que o efeito de proteção pode ocorrer em muito menos tempo - de três a cinco anos -, baseados em uma nova análise de dados de 51 estudos envolvendo mais de 77 mil pacientes.

Metástase

A aspirina parece não somente reduzir o risco de desenvolver muitos tipos diferentes de câncer, mas também impede a doença de se espalhar pelo corpo. Os exames tinham como objetivo comparar os pacientes que tomavam aspirina para prevenir doenças cardíacas com aqueles que não tomavam.

Mas quando Rothwell e sua equipe viram como muitos dos participantes desenvolveram e morreram de câncer, verificaram que também poderia haver uma relação entre o consumo da aspirina e a doença.

Segundo o estudo, o consumo de uma dose baixa (75 a 300 mg) de aspirina parecia reduzir o número total de cânceres em cerca de um quarto em um período de três anos - houve nove casos de câncer a cada mil pacientes ao ano no grupo que consumia aspirina, comparado com 12 por mil entre os que consumiam placebo.

A droga também reduziu o risco de morte por câncer em 15% num período de cinco anos (e em menos tempo se a dose fosse maior que 300 mg). Se os pacientes consumiam aspirina por mais tempo, as mortes relacionadas a câncer caíam ainda mais - 37% após cinco anos.

Doses baixas de aspirina também pareciam reduzir a probabilidade de o câncer, principalmente no intestino, se espalhar para outras partes do corpo (metástase), em até 50% em alguns casos. Em números absolutos, isso poderia significar que a cada cinco pacientes tratados com aspirina, uma metástase de câncer poderia ser prevenida, segundo os pesquisadores.

Sangramentos

A aspirina já vem sendo usada há tempos como prevenção contra o risco de ataques e derrames, mas ela também aumenta o risco de sangramentos graves. Porém o aumento do risco de sangramento somente é verificado nos primeiros anos de tratamento com a aspirina e cairia depois.

Críticos apontam que algumas das doses analisadas no estudo eram muito maiores que a dose típica de 75 mg dada para pacientes com riscos de problemas cardíacos. Outros estudos grandes sobre o consumo de aspirina realizados nos Estados Unidos não foram incluídos na análise.

Rothwell admite as lacunas ainda deixadas pelo estudo e diz que para a maioria das pessoas saudáveis, as coisas mais importantes para reduzir o risco de câncer ao longo da vida é não fumar, se exercitar e ter uma dieta saudável.

Mas ele afirma que a aspirina parece reduzir o risco ainda mais - apenas em uma pequena porcentagem quando não há nenhum outro fator de risco, mas consideravelmente quando o paciente tem um histórico familiar de cânceres como o colorretal. Os especialistas advertem, porém, que as pessoas devem discutir suas opções com seus médicos antes de tomar qualquer remédio.
Bonde

 
Criado em 08 Março 2012

Dicas valiosas para você diminuir significativamente as chances de ter câncer de pele

Especialmente nas épocas mais quentes do ano, em que todas querem se bronzear e curtir as férias na praia, é ainda mais importante tomar cuidados para evitar o surgimento do câncer de pele. Confira as dicas abaixo para aproveitar dias de sol sem colocar sua saúde em risco.

Dicas para diminuir as chances de ter câncer de pele

Usar filtro solar é praticamente uma obrigação, mesmo em dias nublados. E isso deve começar logo cedo, com as crianças, pois não é apenas a exposição solar recebida depois dos 30 anos que causa câncer de pele. Portanto, não existe idade para a proteção – o filtro solar deve ser usado por todos e com a maior frequência possível.

O fator do protetor solar deve ser no mínimo 15 e deve ser passado no corpo e no rosto com a antecedência de 20 minutos à exposição aos raios solares. Se você estiver na praia ou na piscina, é importante reaplicar o produto de tempo em tempo. Em caso de transpiração excessiva, também recomenda-se aplicar o protetor solar novamente.

Outro vilão da pele é o sol das 10 às 15 horas. Se expor entre esses horários é colocar sua pele e sua saúde em sério risco e os danos só serão percebidos depois e já pode ser tarde demais. Sendo assim, evite totalmente se expor ao sol nesses horários.

Para se proteger ainda mais do câncer de pele, use sempre chapéus e se abrigue na sombra quando estiver na praia ou em clubes e piscinas. Mas lembre-se de que essas “barreiras” não eliminam a necessidade de usar o protetor solar adequadamente.

É recomendado também utilizar produtos específicos com fator de proteção solar para os lábios e os cabelos, evitando assim os danos que os raios solares podem causar nessas regiões.

Cuide-se sempre

Para evitar descobrir algum câncer em fase avançada, é essencial estar sempre de olho na sua pele. Fique atenta para perceber o aparecimento de manchas, a mudança de cor em pintas e verrugas e a existência de feridas e cascas que nunca cicatrizam. Caso você note algo assim, procure seu dermatologista imediatamente.

Recomenda-se fazer uma consulta com o seu dermatologista ao menos uma vez no ano, mesmo que você não tenha percebido sinais de alerta para o câncer de pele. Lembre-se que quanto antes ele for diagnosticado, maiores são as chances de cura total.

Fique atenta, dedique-se a cuidar da sua saúde e não arrisque sua pele e sua vida por um bronzeado de verão.

 

 

Pagina 13 de 15

<< Iniciar < Ant 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Próx > Fim >>